24 maio, 2010

Georgia O'keeffe





















Mulher de meia idade

Sábado, pela manhã, fui visitar minha tia Airy. Lá pelas tantas, ela me diz:
- Quando eu for enterrada, quero todo mundo no cemitério.
Eu, bem idiota, respondo:
- Todo mundo estará lá, tia, mas ainda vai demorar.
Ela me olha e sorri, linda, serena, em paz, seu sorriso
me diz: nem tanto, minha filha.

No mesmo sábado, à noitinha, vou buscar Beatriz na gincana do colégio. Estavam aguardando a contagem dos pontos das equipes. A dança rolava.
Como os outros pais, me recolhi à beirinha da quadra, observando toda a explosão. Mas, dentro de mim, me sentia próxima da euforia deles. Para mim parece que foi ontem.

Sou uma mulher na meia idade.

(Pepeu Gomes dizia que seu coração não queria nada do passado, não queria nada do futuro, pois estava maduro.
Meu coração quer tudo)


Martha

12 comentários:

Bípede Falante disse...

Coração saudável!

daiane disse...

Você tem dome de quê? Só a antropofagia nos une!... (este blog é um banquete de Marthas)

daiane. ;) disse...

*fome.

Malu disse...

O tempo só me parece herói em música de Caetano, aqui, do lado de cá é um algoz.
E como diz o “veio” Olavo não é o tempo que passa, somos nós que passamos por ele. Bjs. malu

P.s. Pôooo agora lembrei de : “Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”.

Quézia Neves disse...

Ainda pulsa um coração que já não mais quer e deseja?

Que bom que em ti vivem a poesia e a fome, Martha!

Chorik disse...

Essa frase vai parecer meio deslocada, mas foi o primeiro pensamento que tive ao ler essa postagem.
Tenho um orgulho danado de você.

Bj

Anônimo disse...

Tão estranho !!!!!!!!!!!!!
Você falar meus pensamentos,
Você pensar meus sentimentos,
Você ser tão eu
E eu sentir tanto você...Estranho...!
Juntas somos mulher de idade inteira!
Deve ser isso.

Lapepe

Anônimo disse...

Martha

Esse ano faço 50 anos e me sinto uma jovem senhora.
O que é uma mulher de meia idade? me olho no espelho e não encontro uma senhora de 50 anos, quem sabe por trabalhar com adolescentes me sinto assim as vezes observando os meninos e me lembrando do tempo que fui como eles e tenho saudade, será isso?
Bjos
Fátima

Gerana Damulakis disse...

Seja qual for a idade o que conta é como nos sentimos.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

M. disse...

Que bom! Eu também sou assim. Bjs, dessa M.

Nilson disse...

Mandou bem! Tb sou um homem de meia idade, também quero tudo: talvez viver uma idade inteira, e mais meia... e em paz!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria