25 maio, 2010

Red Canna
Georgia O'Keeffe






















Destemida, apressada, precipitada


Eu criança na praia com meu pai, ele sempre me repetia:

"Cuidado, minha filha, no mar não se pode ser afoito."
Domingo, sem saber disso, Haroldo me disse:
"Você é muito afoita no trânsito."

Tá legal, eu aceito o argumento.

M.

7 comentários:

Gerana Damulakis disse...

São seus amores, devem saber o que dizem; portanto, é melhor prestar atenção.

Chorik disse...

Taí duas coisas que se repetem desde a criação do mundo. Pai preocupado com a filha e marido implicando com a mulher no volante.

Bernardo Guimarães disse...

sábia decisão a de acatar ambos argumentos.

Nilson disse...

...perigo constante???!!! Hehehe!!!

Bípede Falante disse...

Well, sempre há a hipótese de que eles sejam um pouco fóbicos...

Valéria Martins disse...

Afoita? Já fui mais. Inconsequente, continuo sendo.

Beijos!

Eliana Mara de Freitas disse...

O transito é um mar de carros!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria