13 maio, 2008

Dia de Mãe
muitas mãos na cozinha Haroldo concentrado

Haru, o príncipe
















Beatriz, a índia
final da tarde: tio Lito sentiu a chegada dos maruins

5 comentários:

Anônimo disse...

Nossa mãe!!!
Dia lindo, de muitas palavras e muito amor.
Amo vcs!!

Litlle

MARIAESCREVINHADORA disse...

Dia de mãe é todo dia. Tão bom ser paparicada, lembrada, amada.
Adorei, Martha.
Beijos,

Conceição

Lisavietra disse...

E eis que a primeira coisa que vejo quando chego aqui é foto da sua mãe!
rs
Pena que não dá pra olhar tudo agora (estou tentando descobrir o segredo que elastece o tempo). Mas vou te adicionar na minha lista.
Mônica é uma das minhas melhores e grandes e especiais amigas. Você a conhece? Veja como tudo é mesmo pequenininho.
(e talvez vc me reconhecesse; uma ex-namorada de um tio me encontrou no carnaval e disse que tenho a mesma cara de quando tinha oito anos...!)
(só um pouco menos de elasticidade na pele...)
Um beijo!

Anônimo disse...

Cara Marta,
obrigada pelo incentivo e vibração, valeu. Você é
adorável.
Ah! Sua mãe é linda, esguia, charmosa e estava com
uma blusa muito apropiada...
Beijos!
Aí vai Luísa!

Maria Muadiê disse...

Yemanjá.
A mãe de todas nós.

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria