13 setembro, 2007

Cala a boca já morreu
quem manda na minha boca sou eu.



















Ed Van Der Elsken

7 comentários:

Kimang disse...

Esse dito do cala a boca é d'uma subtileza, quase que doi.

Então contenteamo-nos com nossas visitas,estamos de parabens, pela alegria.
Eu ESTOU um BantuLusitanAmeríndio,
porque o meu ser mesmo é uma amálgama.
Como toda a gente tive um sítio onde nasci:
Sumbe-Angola

Abraço Amigo
Kimang

Vieira Calado disse...

Calem-se os Francos, os Saxões, os Chinos...
A nossa língua é a mais bela do Mundo! Permite sonoridades e expressões sem conta.
Agora com Angola, Moçambique e os outros, ainda mais rica vai ficar.
Um grande abraço "transatlântico".

O Profeta disse...

Palavras!
São tantas, são areia
Em praia deserta de encanto
Ocas, vazias, brincadeira

Ditas aos sete ventos
Levianas, geram dor
Com as cores da ternura
Podem dar frutos de amor…


Bom fim de semana


Doce beijo

Liris disse...

ÉÉÉÉÉÉÉEÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

e quem não gostar se fudeu

RAINHA MAB disse...

O mundo só inda é bom porque tem gente que entende e enxerga as coisas como você, Martinha.
Você é uma luzinha no fim desse túnel em que tenho caminhado por esses tempos.

Beijo.

Andre, um Jerico disse...

Tem posts que são o retrato da clara e objetiva profundeza. Vc tem essa capacidade, de mergulhar fundo sem precisar se molhar. E se molha, é com prazer.

André, um Jerico

Clóvis Campêlo disse...

E o mundo que te aguarde...

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria