15 maio, 2010

O retrato dos pássaros na tarde

Para Martha Galrão

Os pássaros,
estes eram os rasgos que
enchiam a paisagem, na folha deserta
da foto da tarde.

(Pássaros migrando na nítida imagem da tarde)

Sobre a movimentação das sombras
sob as penas, o balé, imóvel da imagem
dos pássaros, lanças e pinças colorindo
a janela.

(Pássaros migrando na imagem da tarde)

Sobre os quintais,
as folhas desenhando o mar verde das plantas
sobre as risadas forçadas para os flashs das fotos
a marca oculta dos olhos
sem brilho na foto

(Pássaros migrando na tarde)

Pássaros voando,
na prisão oculta da moldura
filagramas de história de depois da cena.

(Pássaros migrando...)

Georgio Rios

4 comentários:

Georgio Rios disse...

Uma visita em minha\casa sitio.Uma palavra amiga e o dia abre-se em mais luz e mais suavidades.Fiqui muito feliz por você ter aparecido por lá.Um grande abraço.Não deixe de aparecer.

Gerana Damulakis disse...

O presente de Georgio é inesquecível, nada como ganhar um poema.

Nilson disse...

Um poema é pra sempre. Dá-lhe Georgio!

Chorik disse...

Boa! Nunca ganhei um poema assim! Isso é o que dá não cativar ninguém. Oh melancolia! rs
Parabéns ao Georgio!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria