10 novembro, 2009















Nara Leão


UNIBAN

Solidariedade incondicional a estudante vítima da truculência. Não me venha com adendos nem considerações do tipo se a saia era curta demais ou não. Isto não está em julgamento. Se por qualquer razão ela estivesse nua, deveria ter a sua integridade física e moral preservada.

Martha

10 comentários:

Edu O. disse...

Essa confusão é uma loucra tão grande que até agora não entendi direito porque se deu mesmo.

Tania França disse...

Endosso totalmente seu texto, Martha!

Gerana Damulakis disse...

Esperava um encontro lá em Kátia. Conheci Maria e Nilson.

dai-ane disse...

Violência imbecil, Filhos de uma Cultura Va(zd)ia!

Bernardo Guimarães disse...

babaquice revoltante! fico puto cada vez que vejo a cena. e a menina ainda tem de se explicar! babacas, idiotas, imbecis, energumenos.
ps.: e a menina tem umas pernas tão bonitinhas...

Fernanda Leturiondo disse...

louco, muito louco! as pessoas cada dia mais hipócritas..

Giselly Lima disse...

Viva a minissaia, abaixo a truculência!...(no Brasil dos anos 60 fazia mais sentido)

maria guimarães sampaio disse...

Perfeita a ilustração do texto perfeito. (Eu usava saias assim como as de Nara Leão e os meninos achavam meus joelhos parecidos com os dela)

Raiça Bomfim disse...

À mini-saia! Ao direito! À mulher!

Mariana Botelho disse...

só um parêntese: dizem que Nara tinha os joelhos mais bonitos que já se viu... :)

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria