23 maio, 2009

Salvador: 6 627 pessoas desabrigadas
auxílio moradia: R$ 150,00





Thiago Teixeira

As casas

As casas desta cidade,
suas coroas farpadas,
são cemitérios
de vivas almas penadas.

Escondidas por detrás
destes espinhos,
os seres desta cidade
em túmulos fazem ninhos

Os seus projetos
de cama e mesa propícia
são dirigidos por máquinas
de engrenagem subreptícia.

E, assim, nas rodas,
das rodas gira
quem muito te ama
e te admira.

Ildásio Tavares

4 comentários:

Katia Borges disse...

Belo poema de Ildásio. Não o conhecia. Martha, valeu a visita lá no blog e o carinho. Um beijo

KimdaMagna disse...

saubraçodade p'ra
aí.


xaxuaxo

Renata Belmonte disse...

Tão atual!!!!!
Bjs

aeronauta disse...

Poder que a poesia tem de estar sempre no tempo, na vida, na carne...

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria