30 maio, 2009

Oração para aviadores

Santa Clara, clareai
Estes ares.
Dai-nos ventos regulares,
De feição.
Estes mares, estes ares
Clareai.

Santa Clara, dai-nos sol.
Se baixar a cerração,
Alumiai
Meus olhos na cerração.
Estes montes e horizontes
Clareai.

Santa clara, no mau tempo
Sustentai
Nossas asas.
A salvo de árvores, casas
E penedos, nossas asas
Governai.

Santa Clara, clareai.
Afastai
Todo risco.
Por amor de S. Francisco,
Vosso mestre, vosso pai,
Santa clara, todo risco
Dissipai.

Santa Clara, clareai.

Manuel Bandeira

4 comentários:

Janaina Amado disse...

Que lindo! Este poema do Bandeira eu não conhecia!

. disse...

querida Martha,
obrigada pelo poema no Plataforma - vi que estou em muito boa companhia!
e obrigada também pelo poema-oração de Manuel Bandeira.
beijos!

Cosmunicando disse...

Santa Clara olhai pelos passageiros desse vôo que desapareceu... =(

Paulo Tamburro disse...

SEREI SEU SEGUIDOR.UM ABRAÇÃO!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria