10 março, 2008





















Foto:
Haroldo Abrantes


Panorâmica

Eu vou me atirar
Do alto do Elevador Lacerda.

(já posso até sentir o vento
entrando pelas narinas
me obrigando a fechar os olhos)

Quando estiver bem perto do chão
- frio na barriga! -
Abrirei minhas asas enormes

Vôo rasante sobre a Baía de Todos os Santos

Até molho as pontas dos dedos na água.


Ana Fernanda

10 comentários:

Ana F. disse...

u-huu!!!
eu fiquei mesmo atrás de uma foto do elevador lacerda, mas esta ganhou de todas! lindona!!

Vamos voar!!

(pô, fiquei até meio sem graça... risos! mas adorei!)

Um beijo,
Ana

Kátia Borges disse...

Não conheço Ana Fernanda, mas que poema incrível, que imagens bacanas até o finalzinho, que a gente quase voa junto e quase sente os dedos molhados (e a foto, de Haroldo, inacreditável de tão linda, releitura radical de algo que ficou banal na arquitetura da cidade). Bjss

MARIAESCREVINHADORA disse...

Corajosa a Ana Fernanda e linda a foto de Haroldo. Parabéns aos dois, e a você pelo bom gosto, Marthinha.
Beijos,

Conceição

Laura disse...

Ângulo impossível!
Vôo impossível!
Viagem Fantástica!
Ao centro da Terra!

Aline disse...

já voei por lá tbm...

LIRIS LETIERES disse...

Zuuuuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmmmmmmm!!!
Voei, meninas! Voei!!!!!!

d pessoa disse...

sentindo a brisa...

Germano V. Xavier disse...

Eu também já pensei nisso...
Quando morei em SSA eu vivia a navegar em meus sonhos...

Beijos, Maria!
Aparece...

Germano

Verônica Aroucha disse...

Senti mesmo um frio na barriga!
Marthinha, seu blog é demais de bom!! Bom gosto.
bjs, Verônica

LIRIS LETIERES disse...

Nunca olhei essa história de Salvador por esse ângulo...
Bjs.

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria