13 abril, 2012

Eu Amaria, Tu amarias, Ele amaria

Há que se ter
muita delicadeza
para embaraçar o verbo
nessa conjugação.

Eu tenho dó e piedade
pelo verbo entregue
ao futuro do pretérito.

Compaixão, Olorum,
pela antecipação da dor.
Adivinhar no futuro
a melancólica presença
do que não se realizou.

Martha

2 comentários:

Mel Costa disse...

O futuro do preérito é mesmo dolorido!
Eu que me mato e me angustio nos meus deverias e não faço!

Mel Costa disse...

Acabei de terminar escrever um poema!
Só Muadiê mesmo pra me ajudar a acabar com meu jejum poético! Valeu, Martinha! Te mostro quarta!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria