31 março, 2011

Oi, meu amor.

Hoje faz 80 anos que você nasceu. Antes de ontem eu chorei baixinho na hora de dormir, só de amor e saudade.

Os passarinhos que você mandou no dia 28 cantaram lindo, uma beleza. Um eu sei que era um garrincha, e aquele outro, grande, era um sabiá?

Um bacio, Papito de Pá,


Martha

9 comentários:

Bípede Falante disse...

que doce :)

Bernardo Guimarães disse...

saudade é uma coisa roedeira...

Ana Cecília disse...

querida, que poema.
doce saudade, lindo vôo.

Diz disse...

é, eles continuam vivos na gente. mto lindo tudo q vc faz, querida, bj Laura
PS: tb acho q o mais chocante é este tipo ser eleito(bolsonaro) assim como Tiririca e cia.

aeronauta disse...

De uma docura que comove. Também gosto de tudo que você escreve. Bjos. Até domingo.

Raiça disse...

lindo, muito lindo.

eu não consegui vir aqui lhe parabenizar, mas lembrei de você nesse fim de março,
enquanto os pássaros cantavam, eu acho.

Nilson disse...

Vertigem!!!

Edu O. disse...

vixe, foi tão lindo, tão saudade que me faltou ar e um suspiro

Chorik disse...

Emoção pura!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria