23 fevereiro, 2011



No olho direito
carrego um rio

No olho esquerdo

contenho o mar

Martha

11 comentários:

Chorik disse...

Lindo!

Carlos Barbosa disse...

No olho direito há mais perigo. Abr (carlos barbosa)

Bípede Falante disse...

Com os dois olhos transborda poesia.
beijo

Edu O. disse...

olhos d'agua

Torna-te quem tu és disse...

Maravilhoso! Amei... poucas palavras e muita profundidade!

Valéria Martins disse...

Olá! Pois é, no Carnaval do Rio os blocos não têm cordas. O Boitatá até tem, mas não é uma coisa rígida e ninguém tem que pagar para entrar.

Passei um Carnaval em Salvador há muitos anos e voltei exausta! Mas é uma linda festa, também. Beijos!

Anônimo disse...

Que olhos, Martha!!

Não canso de te ler.

Beijo,
Lilia

Anônimo disse...

Que olhos, Martha!!

Não canso de te ler.

Beijo,
Lilia

Nilson disse...

Que confluência! Belo,belo!!!

Bernardo Guimarães disse...

ah, martha, só vc! que bonito!!!

Quézia Neves disse...

Quando o rio desagua no mar
segue seu curso natural

Se o mar corre rio a dentro,
provoca,
destruidor,
o barulho ensurdecedor:
pororoca

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria