05 abril, 2009

Quem anda na linha é trem


no gare sem gueri-gueri



segura pra não cair



até longe a vista alcança





chegamos em Periperi


pra saber como é que é o amor que existe ali


de volta pra Calçada


Fotos e imagens: Haroldo Abrantes



360º em nosso vagão






11 comentários:

Cosmunicando disse...

Martha, onde é esse trem?
fiquei com uma baita saudade do trem que peguei em sampa nessa ida mais recente...
fotos de altíssimo astral =)
bjos

maria guimarães sampaio disse...

Martha e Haroldo, grata gratíssima por me fazer sentir um pouquinho lá através de vossas fotos.
Bombou mesmo!
A próxima (qualquer próxima) não perderei - quero crer!

Marcus Gusmão disse...

Despertei agora, às 11:30 da noite depois de um dorme/acorda desde a tardinha. E no dorme acorda relembrei com Soraya todo o percurso, todas as 50 almas, os 50 passageiros desta viagem, de viagens antigas, gente das mais preciosas fontes. E acordo agora com esta mostra de mestre de Haroldo... que presente. Como ele conseguiu captar tudo, da nossa viagem, da viagem do trem. Dizer mais o quê? o mesmo que Maria: bombou. Imagine se vocês pudessem ter continuado na comilança no Boca de Galinha, na parte marítima da viagem, na sorveteria, na esticada ao velho hidroporto da Ribeira? Mesmo assim Haroldo resumiu tudo, disse tudo. Imagine agora também como seria se estivessem presentes Bernardo, Vera, Maria, Miro, Edu, Renata, Janaína, Chorik e sua renca, Menina da Ilha,Vinicius, sua Beatriz e Aeronauta?

Mariana disse...

Haroldo, adorei seu olhar sobre nosso passeio. Foi um dia inesquecível mesmo. Parabéns pelas fotos!
Abraços!

miro paternostro disse...

lindíssimas as fotos, pena nao puder ter estado com vocês lá.

aeronauta disse...

São esses os bons momentos que a vida proporciona! Lindos momentos! Lindas fotografias.

Bernardo Guimarães disse...

se foi pra matar de inveja, conseguiste!
j[a no trem das 11, estarei sem falta!

Nilson disse...

Uau! Ficou demais! Foi realmente um dia e tanto. Martha, foi legal te conhecer ao vivo e a conversa no balanço do trem. Haroldo, tenho inveja dessa capacidade de ver. Inveja boa!!!

. fina flor . disse...

uau, deve ser um passeio e tanto ;o)

beijos, querida e boa semana

MM.

Lilia disse...

Vi Manoel de Barros nesta estação de trem. Vc viu?

"Tinha um perfume de jasmin num beiral de um sobrado. Fotografei o perfume"

"Olhei uma paisagem velha a desabar sobre uma casa. Fotografei o sobre. Foi difícil fotografar o sobre."

beijo
liliA

Ana Cecília S. Bastos disse...

Adoro esse percurso no trem do Subúrbio Ferroviário! As fotos estão maravilhosas. Muita poesia em tudo!
Quando houver uma próxima, me convidem também, tá? Beijos!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria