19 janeiro, 2009

Imagem: sexto continente

Estremeci quando ela disse:
'Cuide bem de seu abismo'.
Pensava estar sob um véu
e descubro que arrasto (in)visível
meu precipício.

Faço cipó de letras
e desço.
Teço corda de texto
e retorno.
No despenhadeiro
marcas de unha
e memória.

Martha

(Para minha amiga Cláudia Cordeiro que jogou meu abismo na caixa dos peitos.)

23 comentários:

Chorik disse...

Irretocável! Como tu escreves bem, Martha!

D. disse...

Putz- pra não dizer o outro,impublicável. Menina, vc escreve lindo demais.
Linda metáfora.
Bjs

aeronauta disse...

Muito lindo, perfeito!

Aline disse...

Marthinha... todo mundo já disse tudo aí em cima: perfeito, como sempre!!!!

Beijos!

.Carmim. disse...

Olá!

Você conhece o livro "Mulheres que Correm com os Lobos"?

Me interessei muito por ele logo que comecei a ler suas primeiras páginas. E desde lá tenho procurado fóruns para trocar opiniões, porém não encontrei nada.

Então fiz um blog para que nós, mulheres, possamos ter a oportunidade de compartilhar nossas idéias a respeito dos contos deste fantástico livro!

Se quiser conferir:
lobasquecorrem.blogspot.com

Um abraço!

. fina flor . disse...

estamos sempre mais expostos do que gostaríamos, não?

beijos, querida e boa semana

MM.

Moacy Cirne disse...

Grato por sua mensagem no Balaio, minha cara. Seu blogue, muitas vezes, é um porto seguro para que naveguemos por águas nem sempre tranquilas. Um abraço.

Adriana disse...

lindo! seu cipó é coroa em flores.
http://anndixson.blogspot.com

M. disse...

Lindo. E que bom saber que outras guardam abismos. Beijos

D. disse...

Martha, vc não combina com poço, vc é solar. Bjs querida, Laura

Cynthia Lopes disse...

Martha obrigada por visitar meu cantinho de poemas. Lindos os seus versos, sentimentos. Linda imagem.
bjs

Ana Souza disse...

linda poeta sinto falta do seu sorriso e de Rejane, sinto muita falta de nosso grupo.Obrigada pela visita e nós poetas sempre seremos promessas de melhores dias.Beijo no seu coração.
Barbara

Salve Jorge disse...

Eu por lirismo
Cuido bem do meu abismo
Que desde o início
Foi por um precipício
Que se formou meu vício
Daí que cismo
E me jogo...

KimdaMagna disse...

Muadi ( sempre ) no seu esplendor!!

Você elabora uma simplicidade cósmica nos seus ditos.

Xaxuaxo

D. disse...

Cadê vc? não está escondida, não é?
lembre-se da frase do Simão. Me dá sua mão,querida.
Bjs Laura

Raiça Bomfim disse...

Esse é dos meus preferidos!

D. disse...

e eu estou aqui. :)
bj, Laura

Miguel Barroso disse...

Belo. E muito bem escrito.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

. fina flor . disse...

querida, gostei tanto dessa imagem......

bom revê-la :o)

beijos e boa semana

MM.

Giselly Lima disse...

Lindo, Martha! E obrigada pelo que vc disse outro dia.
Bjo

Marcus Gusmão disse...

Faço coro a todos. Belíssimo poema.

Georgio Rios disse...

E estes saltos!Poeta, tu tem asas!!!Voa...

Aroeira disse...

nossa, matou! maravilhoso, um enredo que vai se enredando em corda de letras. dez, com louvor!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria