15 novembro, 2008

Meus primeiros poemas
escrevi-os no silêncio
sobre uma folha de nada e cetim
arrepiada no beijo das calemas.
Ninguém os leu, ninguém os viu
adivinhei-os inteirinhos só para mim.

E ao fim da tardes roxas de paixão
vinha de mansinho pendurá-los
na cabeleira verde-mar das casuarinas
xaxualhando pela noite uma canção
voz de mágoa de nada e de cetim
adivinhando as saudades bailarinas
da terra que não sai dentro de mim.

Namibiano Ferreira

7 comentários:

KimdaMagna disse...

Muadi!!!

Essa das calemas me avassalou, colocando-me directamente muuito lá para trás. Em Angola , vezes sem fim enfrentavámos as Calemas, com ondas de 5 e 6 metros.

Nos beijos das calemas
me fervi em erupções,
entre teoremas
e recordações!


Exemplo do verbo Kuzola no infinitivo, com os pronomes objetivos infixos

Kuzola= amar
O prefixo do infinitivo encontra-se presente (KU)
O radical do verbo é -zola
O pronome objetivo irá ficar entre o prefixo e o radical verbal.

Ku ngi zola=amar-me
Ku ku zola= amar-nos
Ku mu zola= amá-lo("amar-lhe")
Ku tu zola=amar-nos
Ku nu zola=amar-vos
Ku a zola= ama-los ("amar-lhes")

Xaxuaxo

M. disse...

Que poema lindo, Martha. Bjs. M.

Janaina Amado disse...

Maria Muadiê, vim aqui, depois fui lá, no blog do Namibiano -- estou inteiramente encantada com a poesia dele! Obrigada por este presente de domingo, um Poeta.

Casulo Temporário disse...

Martha, obrigada por este belíssimo poema! A mim me deixou muda de emoção.
Vou lá conhecer mais sobre este poeta de Angola.
beijo,
Ana

Moacy Cirne disse...

Oi, gosto bastante da poesia de Namibiano. Já o divulguei, inclusive, no Balaio. Você está de parabéns. Um beijo.

runescape gold disse...

Very good!

superior disse...

louis vuitton uk

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria