15 abril, 2008

Tempo tempo passará
dê-me tempo de criar
Derradeiro ficará
dê-me tempo de curar
a minha dor
pe que ni na.

Martha

4 comentários:

disse...

Que o tempo cure logo a minha dor que é gran di nha!
um xero

taís almeida disse...

Tempo, tempo, tempo, tempo...

xêro!

Renata Belmonte disse...

Nossa, que lindinho! Adorei!
Beijos

Anjo da ex-carona disse...

Martha,

Ata a dor no lençol d´água
Deixa ela escapar mundo subterrâneo adentro pelas entranhas desta terra
Que te desarma
Mata a Martha que te mata
Deixa ela florescer poderosa e onipotente
Senhora de si
Senhora das dores e dos amores.
Saudades imensas
Um beijo grande

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria