22 fevereiro, 2008


Fevereiro ferve
me dá febre
Me come feito homem.

Fevereiro arrepia
os bicos dos meus seios
Abocanha meus sonhos.

Fevereiro tem fome
não tem piedade
Me consome.

Fevereiro, me deixa.

Martha

13 comentários:

Laura disse...

DELICIOSO!
BEIJOS!

lilia disse...

Acho que não (me) sobrará um dedinho para março
Fevereiro devastador este ...

Beijo

Abrantes disse...

Se for para inspirar tua poesia que todo fevereiro seja quente e bisexto.

FINA FLOR disse...

alguns meses me comem mais que outros, rs*........

beijos, flor bom fds

MM.

José Calvino disse...

"Fevereiro ferve/me dá febre..." Eita, o frevo tá "frevendo" também na Bahia.! Boa Marthinha.
Parabéns poetamiga.
Beijos do,
Calvino
Recife

Claudia disse...

Marthina, poeta, cada dia mais.
Parabéns!

MARIAESCREVINHADORA disse...

Deixa não...
Continua arrepiando pra Marthinha continuar assim, inspiradíssima.
Beijos,

Conceição

Anônimo disse...

EXCELENTE.!!!!!
PARABÉNS MARTA PELA POÉTICA INSPIRANTE E INSPIRADORA.
Vilemar

Mani disse...

Esse fevereiro...melhor em seu poema do que em meu dia-a-dia...

Malu disse...

Puxa minha Marthinha, vejo a cada dia amdurecimento nas suas palavras poéticas!
Será para 2008 este lançamento???
Como vai tudo por ai?
bjs

Laura disse...

vc é tão boa... precisa aparccer mais, ser mais vista. bjs laura

Anônimo disse...

Quando fevereiro chegar Saudade já não mata a gente A chama continua no arO fogo vai deixar semente A gente ri a gente chora Ai ai ai a gente chora Fazendo a noite parecer um dia Depois faz acordar cantando Pra fazer e acontecer Verdades e mentirasFaz crer, faz desacreditar de tudo E depois depois amor ô ô ôô ....Chorando e Cantando Geraldo Azevedo


Mal sabia Geraldo ....

Muito bom Matha !!!!

Antonio Carlos

Casulo Temporário disse...

Simples, intenso, de arrepiar.
Lindo poema, Martha!

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria