12 novembro, 2006














Haroldo

Tempestade na Bahia


Despencam dos céus
sem clemência
gotas e raios de luz.

Chove
Relampeja.

Não sei se é São Pedro lavando
todas as almas do mundo
ou se é Iansã dividindo
o poder com Xangô.

Sei que o escuro e o claro guerreiam
e que os homens estão atentos:
O verbo que não se conjuga
faz-se agora e aqui.

Martha



Esse fim de semana
O sol sumiu
Por trás das águas de São Pedro.
É o choro das almas tristes.

Priscila Povoas

3 comentários:

papalagui disse...

Gostei muito! Choveu quando estive em Salvador. Bjs

papalagui disse...

Só para acrescentar que aqui em esteve um calor abrasador e um céu maravilhoso no final do dia. O tempo está todo trocado mesmo.

Bela Caleidoscopica disse...

Nanã, amore, lavando o mundo pra ver se 2007 começa mais lightzinho!
Poizentão, eu sou mezzo baiana mesmo. Filha, neta, bisneta de baianos. Uma honra!
Assim que der tô ai.
Adoraria lhe conhecer.
Beijos beijos

A Chuva de Maria

A Chuva de Maria

Muadiê Maria

Muadiê Maria